Nova diretora da OPAS/OMS destaca a importância das TIC para o acesso universal à Saúde

Carissa F. Etienne assume oficialmente o papel de nova diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS) com a promessa de estreitar o trabalho com os Países-Membros da Organização, estendendo os avanços de acesso à Saúde a todas as pessoas nas Américas. A nova diretora afirmou, em cerimônia de posse, que sua mais alta prioridade é acelerar o caminho ao acesso universal aos serviços de saúde de qualidade.

“Das muitas oportunidades e desafios que esta Organização e nossos Estados-Membros enfrentam, há uma meta que se sobressai diante das demais. E esta meta é a de dar acesso universal aos serviços de saúde em todas as Américas”, disse a diretora Carissa Etienne. “Não há lucro maior que possa contribuir à Saúde do que assegurar uma vida longa, digna e produtiva”, afirmou.

Doutora Etienne, ex-subdiretora geral de Sistemas e Serviços de Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Genebra, realizou seu juramento como a 10ª diretora da OPAS no dia 31 de janeiro. Com 110 anos, a OPAS é a organização internacional de saúde mais antiga do mundo além de ser a Oficina Regional para as Américas da OMS. Também, a nova diretora sucederá a doutora Mirta Roses Periago, da Argentina, a qual esteve dez anos ocupando o cargo.

Em seu discurso inaugural, Carissa F. Etienne destacou o notável progresso na área da saúde nas Américas, em particular o aumento da expectativa de vida, a redução da mortalidade infantil, a ampliação das taxas de cobertura em imunização, a melhoria na nutrição, o maior acesso aos serviços e educação em saúde, o acesso às novas medicinas e também às tecnologias sanitárias disponíveis.

As novas tecnologias

Segundo a diretora, as novas ferramentas e tecnologias podem “nos ajudar a escutar, compartilhar e comunicarmos”. Neste sentido, Carissa F. Etienne realçou a formação de novas alianças para utilizar as tecnologias de informação e comunicação (TIC) avançando no acesso universal à Saúde.

“Estas condições convergem para criar um momento único na saúde das Américas. Temos o poderoso potencial de fazer da saúde uma força motriz para as mudanças. Melhorar a saúde e o acesso ao cuidado da saúde se traduzirá em economias mais fortes, sociedades mais coesas e em nações com melhores condições para se integrarem e competirem no mundo globalizado” ressaltou doutora Etienne.

Em uma mensagem em vídeo, a Diretora Geral da OMS, Margaret Chan que estava em Genebra, afirmou: “Perdi uma subdiretora geral de Sistemas e Serviços de Saúde, mas a OPAS ganhou uma líder experiente com a doutora Carissa F. Etienne”.

 

O perfil profissional da nova diretora

Entre 2003 e 2008, Carissa F. Etienne foi subdiretora da OPAS e esteve a cargo de programas de cooperação técnica em Sistemas e Serviços de Saúde, Tecnologia e Prestação de Serviços de Saúde, Tecnologia e Prestação de Serviços de Saúde, Vigilância Sanitária e Atenção a Enfermidades, Saúde Familiar e Comunitária e Desenvolvimento Sustentável e Saúde Ambiental.

Em seu país de origem, Dominica, foi também coordenadora do Programa Nacional contra a AIDS, coordenadora para Casos de Desastre dentro do Ministério da Saúde, presidenta do Comitê Nacional contra HIV/AIDS.  A nova diretora da OPAS, Carissa F. Etienne, é formada em medicina cirúrgica pela Universidad de las Indias Occidentales (Jamaica), com mestrado em saúde comunitária nos países em desenvolvimento pela Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, curso da Universidade de Londres e diploma honorário de Saúde Pública pela mesma instituição.

 

Mais informações:  New PAHO Director highlights the importance of ICTs to reach universal access to health 

 

Information on the Swearing-in of Dr. Carissa F. Etienne as the 10th Director of the Pan American Health Organization